Colheita de trigo no Rio Grande do Sul


O Rio Grande do Sul vem colhendo ótimas produções das culturas de inverno, segundo a Emater – RS estima-se que o rendimento seja de 3,7 milhões de toneladas de trigo, cevada, canola e aveia branca. O trigo desempenha um importante papel gastronômico, econômico e cultural para o povo brasileiro, a produção de trigo gaúcho corresponde a 92% da produção nacional nesta safra, o aumento de aproximadamente 20% no preço da saca quando comparado ao ano passado, impulsionou o aumento de área cultivada e animou os produtores gaúchos (ASCOM, 2021) A colheita de trigo no estado finaliza-se na segunda quinzena de novembro, o tempo segue favorável para a etapa final do cultivo e colheita. O rendimento e a qualidade dos grãos seguem dentro do esperado, uma vez que durante o ciclo da cultura o tempo foi instável, com aproximadamente 30 dias de déficit hídrico durante a fase inicial e chuvas intensas no florescimento, porém a umidade durante o enchimento de grão vem favorecendo a qualidade do produto final, que associado as precificações gera uma boa lucratividade das lavouras.


Ascom Seapdr e Ascom Emater-RS. Com área maior e preços mais atrativos para o produtor, colheita de trigo é aberta no RS, GOV RS, Novas Façanhas. 2021.